Destaques:


Acompanha-nos no facebook: www.facebook.com/clubejpp

domingo, 30 de março de 2008

Os Corpos

João Pedro Pais - Os Corpos

Dancei valsas e fandangos
Fingi os enganos sem os poder calar
Já vi poetas e profetas pregando pelas portas aos fracos de lutar

Roubei todos os planos, snti alguns orgasmos
dei por mim a delirar
Andei por todas as ruas, corri todas as luas sem as assombrar

Sabes quem eu sou, não te posso dar
Todas as paixões, todos os luares, todos os lugares....

Refrão:

São meus, são teus, os corpos lavados em suor
São teus, são meus alguma fantasia e algum pudor

Fui rei, bandido dos bandidos, o mais enfurecido para
te azucrinar
Limpei todo á minha volta, deixei a fúria á solta em cada esquina e lugar

Fiquei em todas as paragens, guardei a tua imagem sem te condenar
Rasguei todo o céu aberto tão longe e tão perto temendo voltar

São meus/ I can get / são teus/ satisfaction

São meus/ são teus/ são meus lavados em suor
são teus/ são meus/ são teus/ algum pudor

Sem comentários: